Renato Falcão, diretor de fotografia, fala sobre seus próximos projetos
Notícias

Renato Falcão, diretor de fotografia, fala sobre seus próximos projetos

Renato Falcão, diretor de fotografia

Renato Falcão, diretor de fotografia, é um nome de destaque no país e também fora daqui. Radicado há mais de vinte anos em Nova York, integra a equipe do cineasta brasileiro Carlos Saldanha e, além disso, faz parte da ficha técnica de longas-metragens como as animações Touro FerdinandoRioRio 2 e a Era do Gelo 4

Renato Falcão, diretor de fotografia, fala sobre seus próximos projetos

Então, neste fim de semana, ele estreia um novo trabalho no Brasil ao assinar a direção de fotografia do longa-metragem Além de Nós. O road movie teve locações em cinco estados brasileiros e, ao mesmo tempo, conta com os atores Thiago Lacerda, Miguel Coelho, Ingra Lyberato, Rose Brant e Naruna Costa, no elenco.

Relata que tem dividido seu tempo entre Nova York e o Brasil. “Fazer o Além de Nós foi um desafio interessante pelas possibilidades que o fato de estarmos em ambientes tão diversos proporcionaram uma estética menos rígida e mais fluída“.

Thiago Lacerda e Miguel Coelho em Alem de Nos credito Atama Filmes
Thiago Lacerda e Miguel Coelho em Além de Nós

No filme, questões como adaptações diárias em função de locações e condições climáticas acabaram somando no drama dos personagens. A princípio, eles evoluem com o decorrer da jornada e a fotografia evolui junto. “Vamos de um ambiente frio, austero e quase monocromático do Sul do Brasil até a calor e cores do Rio de Janeiro“, explica Renato Falcão.

E não para por aí, pois ele também segue entre filmes e séries para TV e streaming. “Fiz vários projetos no Brasil que estão em finalização e serão lançados em breve. A série Chuteira Preta e os longas-metragens Ainda  Somos os Mesmos e Chama a Bebel, todos de Paulo Nascimento. Também estive em How to Be a Carioca, série de Carlos Saldanha e A Festa de Léo, longa de Luciana Bezerra todo rodado no Vidigal

Enfim, revela que não está escalado para Rio 3, que está em fase de produção. Para ele, a prioridade agora é trabalhar com atores em carne e osso. “Tenho focado em projetos de live action ou híbridos. Trabalhei sete anos, fazendo sete longas-metragens de animação. Senti a necessidade de voltar ao trabalho com atores e equipes em set“, conclui.

Deixe um comentário

Você não pode copiar o conteúdo desta página