BATMAN – O CAVALEIRO DAS TREVAS RESSURGE
Críticas

BATMAN – O CAVALEIRO DAS TREVAS RESSURGE

BATMAN BEGINS e BATMAN – O CAVALEIRO DAS TREVAS

Senhor CHRISTOPHER NOLAN, depois de ter nos apresentado dois episódios tão sensacionais quanto BATMAN BEGINS e BATMAN – O CAVALEIRO DAS TREVAS, você me aparece com este – não tão épico – final da trilogia?
Cadê a coragem de ir além da máquina hollywoodiana de padrões e conceitos? Onde estão os coadjuvantes bem construídos e os diálogos inseridos milimetricamente em cada frame?

O seu projeto Senhor NOLAN, não é de todo o ruim e tem bons momentos, principalmente quando a ação e a trilha sonora incidental de HANZ ZIMMER aparecem, além disso, o fato de colocar Gotham City como outro personagem poderia render e muito às cansativas duas horas e quarenta minutos, mas você parece ter se esquecido de mostrar a cidade com aquele tom sombrio, medonho e decadente – sim, existe decadência aqui, mas é orquestrada de maneira mecânica e pouco efetiva.

BATMAN BEGINS e BATMAN – O CAVALEIRO DAS TREVAS

O elenco de peso de Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge

CHRISTIAN BALE (O VENCEDOR), MICHAEL CAINE (HARRY BROWN) e JOSEPH GORDON-LEVITT (500 DIAS COM ELA), estão bem nas atuações, já ANNE HATHAWAY (UM DIA), tenta sustentar uma personagem que nem deveria estar ali, MARION COTILLARD (A ORIGEM) se perde quando as motivações de Miranda são expostas e TOM HARDY (GUERREIRO) como o vilão Bane, é uma sombra deixada pelo Coringa de Heath Ledger e até pelo Espantalho de Cilian Murphy e o seu ‘caos urbano’, apesar de grandioso, fica aquém do que poderia ser.

Agrada-me o fato do Senhor ainda contar com um arsenal invejável de naves, carros e todos esses apetrechos que fazem os nerds salivarem de felicidade.
Houve a preocupação de trazer referências e moldar cenas inteiras das histórias em quadrinhos para cá, mas O CAVALEIRO DAS TREVAS RESSURGE carece de paixão, de alma e de um clímax menos clichê.

Você ainda tem muitos créditos conosco, por isso digo aos espectadores e fãs irem aos cinemas acompanharem a finalização de uma era, mas espero de coração que a coragem volte a estar presente em suas filmagens, até porque, se tivesse mantido a linha coerente de acontecimentos, honraria toda a saga.

Título Original: The Dark Knight Rises
Ano Lançamento: 2012 (Estados Unidos/Reino Unido)
Dir.: Christopher Nolan
Elenco: Christian Bale, Tom Hardy, Liam Neeson, Joseph Gordon-Levitt, Anne Hathaway, Gary Oldman, Aidan Gillen, Marion Cotillard, Morgan Freeman, Michael Caine

ORÇAMENTO: 250 Milhões de Dólares

Deixe um comentário

Você não pode copiar o conteúdo desta página