ROBIN WILLIAMS COMO ATOR DRAMÁTICO
Top CP

ROBIN WILLIAMS COMO ATOR DRAMÁTICO

Há tempos esta postagem já estava escrita em meus arquivos e infelizmente hoje nós prestamos uma homenagem póstuma a este grande ator, que estava sofrendo por conta do vício de álcool e cocaína e sofria de depressão. Segue aqui a lista com os melhores filmes dramáticos de Robin Williams.

– BOM DIA VIETNÃ (1987)


Aqui têm um “quêzinho” de comédia, porém o ambiente é a inóspita Guerra do Vietnã e seu personagem trabalha para alegrar as tropas do Exército norte-americano e aliviar todo aquele sofrimento. Filmaço!

– SOCIEDADE DOS POETAS MORTOS (1989)


Professor de Literatura dá aulas de poesia completamente diferente do que a rígida escola que trabalha propõe e faz a cabeça dos alunos. Mas causa certa resistência quando outros professores e familiares dos jovens tomam ciência de tudo aquilo.

– TEMPO DE DESPERTAR (1990)


Seu personagem trabalha num hospital e é um médico que dá toda atenção para os pacientes catatônicos e verifica melhoras gradativas no decorrer dos dias.

– JACK (1996)


Dirigido por ninguém menos que Francis Ford Coppola, conta a hitória de Jack, um garoto que têm um metabolismo mais acelerado que o de um ser humano comum, por isso, a cada ano vivido ele envelhece 4 anos. Linda fábula que fala sobre amadurecimento, questionamentos e conhecimento próprio.

– GÊNIO INDOMÁVEL (1997)


Williams vive um analista que recebe um paciente que é um gênio na matemática, mas que tem sérios problemas psicológicos. Diversos profissionais já haviam tentado recuperá-lo mas nenhum conseguiu e cabe a Sean usar toda experiência para domá-lo. Ben Affleck e Matt Damon nos entregam um roteiro primoroso e Robin Williams fatura o Oscar de Ator Coadjuvante.

– AMOR ALÉM DA VIDA (1998)


Williams é Chris, pai de família que após perder os filhos também morre em um acidente. Sua alma vai para o Paraíso, mas acaba descobrindo que a esposa havia cometido suicídio, tamanha dor que sentia. Chris descobre que, por esse motivo, jamais a reencontrará. Mesmo assim, sai à procura dela e vive uma jornada lotada de cores vivas e ótimos efeitos especiais.

– PATCH ADAMS – O AMOR É CONTAGIOSO (1999)


Depois de tentar se suicidar, Hunter Adams descobre que pode ajudar as pessoas com seu humor bastante peculiar. Adams entra na faculdade e mesmo contando com a desconfiança de algumas pessoas, passa por cima disso tudo e leva sua mensagem para todo o mundo. O filme oscila muito entre cenas emocionantes e outras lotadas de dramalhão desnecessário.

– RETRATOS DE UMA OBSESSÃO (2002)


Williams mistura drama e suspense em um personagem que trabalha como revelador de fotos e fica obcecado por uma família depois de observá-los em diversas imagens. Suspense que passou batido pelos cinemas nacionais.

– O SOM DO CORAÇÃO (2007)


Wizzard é um morador de rua que encontra um órfão com o dom da música em suas veias e decide faturar em cima disso. O filme não é lá grande coisa, mas a química de Freddie Highmore e Williams salvam a produção.

Deixe um comentário

Você não pode copiar o conteúdo desta página