Crítica: Névoa Prateada | A vida, suas mudanças e transformações
Críticas

Crítica: Névoa Prateada | A vida, suas mudanças e transformações

Névoa Prateada é um filme dirigido e escrito por Sacha Polak (Dirty God), com a excelente – e pouco conhecida – Vicky Knight como protagonista. Vale ressaltar que as queimaduras em seu corpo são reais, levando ainda mais veracidade a uma personagem complexa, com um passado doloroso e um presente cheio de transformações.

Ao longo dos quase 100 minutos de projeção, há pouco ou quase nada de felicidade na vida de Franky. Sendo assim, suas relações, sejam elas familiares ou amorosas parecem manter-se num ciclo vicioso que perdura para o fim. Mas assim como a vida de todos nós, apesar das turbulências, encontramos motivos para seguir.

Acredito que apesar de tons poéticos envolvidos aqui, a paixão entre ela e Florence (interpretada por Esme Creed-Miles) seja repentina demais. Não faria mal inserir dez minutinhos para que moldassem um convívio após se conhecerem, pois do jeito que está, tudo se atropela e demoramos a compreender que elas, de fato, se amam.

Névoa Prateada prova que, mesmo com perdas, é possível se moldar para o futuro

Angela Bruce é Alice, um espécie de mentora de Florence e Jack. Contudo, esse cuidado mais próximo é feito por Franky, que vê na mulher uma ‘segunda mãe’. O fato é que uma cuidará da outra até o fim e esse amor é tão belo quanto o da protagonista para com sua irmã.

Antes do trecho final, vale pontuar a câmera na mão, que traz um ar mais documental, além de cores escuras e azuladas que são usadas na fotografia.

Névoa Prateada prova que as cicatrizes permanecem, mas precisamos seguir em frente. Talvez seja difícil perdoar determinadas situações, mas o tempo segue sendo o senhor da razão – e o desfecho prova isso por ‘A mais B’. Não há necessidade de encontrar culpados para tudo, apenas tentar viver da melhor forma possível e em paz consigo mesmo.

Névoa Prateada

Onde assistir Névoa Prateada?

  • Chega aos cinemas nacionais na próxima quinta-feira (18)

Sinopse

Franky é uma enfermeira de 23 anos que vive com a família em um bairro no leste de Londres. Obcecada por vingança e com a necessidade de encontrar culpados por um acidente traumático ocorrido há 15 anos, ela é incapaz de se envolver em um relacionamento com alguma profundidade, até que se apaixona por Florence, uma de suas pacientes.

Enfim, as duas fogem para o litoral onde Florence mora com a família. Lá, Franky encontrará o refúgio emocional para lidar com as questões do passado.

Nota Cinema e Pipoca: ★★★½

Título Original:Silver Haze
Ano Lançamento:2023 (Holanda | Reino Unido)
Dir:Sacha Polak
Elenco:
Vicky Knight, Esmé Creed-Miles, Charlotte Knight, Archie Brigden, Angela Bruce

Você não pode copiar o conteúdo desta página