MEU MALVADO FAVORITO 2
Críticas Premiações

MEU MALVADO FAVORITO 2

Meu Malvado Favorito 2

Faz tempo que não via uma disputa com um nível tão baixo entre as animações do Oscar. Das que assisti, ‘Frozen – Uma Aventura Congelante’ é a única digna de uma indicação, já que ‘Os Croods’ e este ‘Meu Malvado Favorito 2’ ficam longe da originalidade necessária.

Os diretores Pierre Coffin e Chris Renaud já deveriam saber que um filme não se sustenta apenas com personagens bonitinhos e coloridos, sem contar que o roteiro desta continuação parece uma espécie de esquete de mal gosto, onde em todas as cenas existe a irritante necessidade de inserirem alguma situação cômica.

As criaturas amarelas conhecidas como Minions nos presenteiam com as melhores e as piores sequências, até porque eles aparecem mais que o próprio protagonista, que é mal aproveitado, assim como Lucy e seus amigos. O marketing pesado antes da estréia ajudou a alavancar o sucesso – tanto que os produtos licenciados pela marca estão por todos os lugares –, mas acho incrível que os adultos consigam rir e lotar os cinemas para ver ‘isso’.

Após o primeiro filme, Gru desiste da vida de vilão e vai cuidar das três crianças que adotou, dentre elas a fofa Agnes. Porém, uma liga criada para combater vilões o chama para uma missão, ao lado da agente Lucy. Precisam então, descobrir quem roubou uma fórmula poderosa e o primeiro nome que aparece como suspeito é de um antigo rival chamado El Macho.

Sinto saudades da época em que a Pixar tinha a obrigatoriedade de trazer filmes, nada menos que geniais e não nos enganar com um spin off tão ridículo quanto ‘Aviões’, sinto saudades também da época em que a Dreamworks nos presenteava com ‘Shrek’ ou mesmo ‘Como Treinar seu Dragão’ e a época em que a Sky Studios ao menos nos divertia com ‘A Era do Gelo’. A falta de criatividade também chegou aos estúdios de animação, e isso é muito triste.

Título Original: Despicable Me 2
Ano Lançamento: 2013 (Estados Unidos)
Dir: Pierre Coffin, Chris Renaud
Vozes: Al Pacino, Steve Carell, Kristen Wiig, Miranda Cosgrove, Russell Brand, Steve Coogan

ORÇAMENTO: 76 Milhões de Dólares
NOTA: 4,0

Deixe um comentário

Você não pode copiar o conteúdo desta página