Mostra Spielberg no CCBB São Paulo
Notícias

Mostra Spielberg no CCBB São Paulo

Mostra Spielberg

Pela primeira vez, o Brasil recebe a Mostra Spielberg, uma das retrospectivas mais completas do diretor. Com curadoria de José de Aguiar e Marina Pessanha e produção da Firula Filmes, tem patrocínio do Banco Votorantim, bem como realização do Banco do Brasil e correalização do Sesc.

Logo depois de passar por Brasília, a maratona chega a São Paulo com exibições:

  • primeiramente no CCBB (De 01 a 27 de março);
  • em seguida no CineSesc (De 02 a 08 de março) e;
  • enfim, no CCBB Rio de Janeiro (De 12 de abril a 08 de maio).

A mostra apresenta uma seleção de 31 longas-metragens do diretor, como os clássicos Tubarão, E.T. O Extraterrestre e A Lista de Schindler. Além da exibição dos filmes, a mostra Spielberg conta com atividades paralelas gratuitas, como o curso sobre a vida e obra do diretor.

Um pouco sobre o diretor

Steven Spielberg nasceu em 1946 em Cincinnati, Ohio, Estados Unidos. Sua família era judia ortodoxa e ele relata que em sua infância sofreu bullying de seus colegas na escola, por ser judeu. Também na infância, o diretor enfrentou a separação de seus pais, algo que foi bastante marcante em sua trajetória. Depois que se formou na escola, Spielberg mudou-se para Los Angeles com o pai e foi admitido na California State University.

spielberg3

Ainda como estudante, começou a estagiar na Universal Studios, onde nos primeiros anos roteirizou e dirigiu o curta Amblin. O filme chamou atenção do vice-presidente do estúdio, que ofereceu a Spielberg um contrato para a produção de 4 filmes para TV. A primeira produção foiEncurralado. No longa já é possível conferir a qualidade técnica pelo qual o diretor até hoje é reconhecido.

Lançado em 1974, Tubarão conta a história de um tubarão assassino que amedronta uma pequena cidade. Portanto, através de uma decupagem eficiente, com direito a imagens subaquáticas do ponto de vista do tubarão e trilha sonora minimalista de John Williams, o filme assustou plateias do mundo inteiro e é considerado o protótipo do blockbuster, com um lançamento amplo em todo mundo e investimento alto em marketing. O filme foi um recorde de bilheteria e iniciou a grande relação de Spielberg com o público.

As décadas de 80 e 90

Nas décadas de 80 e 90, Spielberg se firma como um dos maiores diretores americanos. Em 1981, se junta ao produtor George Lucas e realiza Indiana Jones – Os Caçadores da Arca Perdida. Este é um filme de aventura com Harrison Ford como estrela. Ainda teria três sequências e foi responsável pelo resgate dos filmes de aventura.

Em 1982, realizou a emocionante ficção científica E.T. O Extraterrestre, a história de amizade entre um garoto e um alienígena, que tenta voltar para casa. O filme demonstra a grande sensibilidade do diretor em conseguir expressar o ponto de vista de uma criança. Além disso, fala sobre a tristeza do menino em lidar com a separação dos pais, tema recorrente na obra de Spielberg, inspirado em sua infância.

Apesar dos grandes sucessos de bilheteria, Spielberg foi sempre encarado pela crítica como um diretor sentimentalista, com dificuldades em amadurecer. A partir dos anos 80, o diretor começa a investir na realização de dramas históricos, com foco no público adulto, como A Cor Púrpura (1985) e Império do Sol (1987). Este movimento culmina em A Lista de Schindler (1993), baseado na história real de Oskar Schindler, um homem que arriscou sua vida para salvar 1.100 judeus do Holocausto. O filme é um mergulho do diretor em sua herança judaica e finalmente rendeu ao diretor a aprovação da crítica, além de seus primeiros Oscar de Melhor Diretor e de Melhor Filme.

Em 1994, Spielberg criou seu estúdio DreamWorks, com os parceiros Jeffrey Katzenberg e David Geffen, quando concretizou os anos de atuação como produtor de diversos títulos, dirigidos ou não por ele. De 94 até o presente, quase todos seus filmes como diretor são distribuídos pela Dreamworks.

spielberg4

Spielberg de 2000 em diante

O diretor segue sua carreira com a alternância de filmes de entretenimento, como Minority Report (2002), bem como Guerra dos Mundos (2005), com filmes históricos, para o público adulto, como O Resgate do Soldado Ryan (1998), Lincoln (2011) e The Post (2017). Com crianças ou adultos, o diretor segue a contar histórias de pessoas comuns que vivenciam um universo extraordinário e espetacular, como só a marca Spielberg consegue criar.

Com mais de 50 anos de carreira, Spielberg se configura como um dos diretores mais bem sucedidos da história do cinema, se pensarmos em sua relação com o público e a crítica. Fazer uma mostra sobre sua obra é uma oportunidade ímpar de reunir os melhores filmes deste grande mestre nas telas do CCBB São Paulo e no CineSesc. O público, com certeza, irá agradecer.

Vale ressaltar que o mais recente filme do diretor é uma grande aposta para a maior premiação do cinema mundial. The Fabelmans (2022) recebeu 7 indicações ao Oscar 2023: Melhor Filme, Direção, Roteiro Original, Atriz, Ator Coadjuvante, Direção de Arte e, ao mesmo tempo, Trilha Sonora Original.

Ao receber a mostra “SPIELBERG”, o Centro Cultural Banco do Brasil reafirma seu objetivo com a democratização do acesso à arte, oferecendo ao público a oportunidade de aproximar-se de um dos grandes nomes da indústria cinematográfica, ampliando a conexão dos brasileiros com a cultura.

spielberg3

Serviço da Mostra Spielberg

Local: Centro Cultural Banco do Brasil São Paulo

Período: 01 a 27 de março

Ingressos: Em bb.com.br/cultura e bilheteria do CCBB

  • Filmes – R$10 (inteira) e R$5 (meia)
  • Atividades paralelas(curso, debate e sessão inclusiva) – Gratuitos

Endereço: Rua Álvares Penteado, 112 – Centro Histórico, São Paulo – SP

Funcionamento: Aberto todos os dias, das 9h às 20h, exceto às terças

Entrada acessível: Pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida e, ao mesmo tempo, de outras pessoas que necessitem da rampa de acesso podem utilizar a porta lateral localizada à esquerda da entrada principal.

Deixe um comentário

Você não pode copiar o conteúdo desta página