Pular para o conteúdo
home » Notícias » Inteligência artificial e dublagem

Inteligência artificial e dublagem

Inteligência artificial e dublagem

O texto sobre inteligência artificial e dublagem foi escrito Beatriz Meinberg, que é atriz, especialista em Dublagem e fundadora da empresa Voiceover Dublagem.

A arte de emprestar a sua voz para um personagem de filme ou desenho é de extrema importância, atuar nos bastidores doando seus vocais e a sua emoção para que um projeto reflita em sua tela a emoção desejada, não é simples, é uma profissão.

O dublador é um profissional essencial no meio audiovisual. É ele quem dá aquelas vozes bastante específicas aos personagens de desenhos animados, faz com que um filme ou uma série possa ser transmitida(o) em qualquer país devido à dublagem feita na língua nativa de cada país, sem falar naquelas falas anteriores aos programas de TV e também nas publicidades, tudo isso é fruto do trabalho de um dublador.

O conteúdo dublado é muito importante, pois torna a cultura mais acessível a todos, principalmente para pessoas sem alfabetização. Sem a dublagem, os conteúdos estrangeiros não teriam repercussão e o conteúdo consumido seria bastante limitado, comparado à facilidade que temos hoje em poder encontrar diversos vídeos com dublagem em nossa língua.

Em contrapartida, ou para agregar, o termo “inteligência artificial” refere-se a um ramo específico da ciência da computação que se preocupa em replicar as habilidades de pensamento e tomada de decisão do cérebro humano.

A inteligência artificial tem avançado na síntese de voz, o que pode ser útil para diversas aplicações, incluindo dublagens automáticas. No entanto, a substituição completa de dubladores por IA ainda é um tópico controverso.

A interpretação, emoção e nuances da voz humana são difíceis de replicar totalmente. Provavelmente, veremos mais assistência da IA na indústria de dublagem, mas os dubladores humanos devem continuar desempenhando um papel importante.

Há uma certa discussão no meio sobre a ia substituir o trabalho do dublador. Em particular, acredito que essa tese ainda é distante da realidade, onde a inteligência artificial irá substituir uma profissão.

E se caso apareça mais, a dublagem humana será ainda mais valorizada, porque é possível notar sentimento real, existe espaço para essa ferramenta atuar em determinadas situações, como já vem ocorrendo, agora completamente, é algo ainda fora da realidade.

Confira mais notícias AQUI!

Você não pode copiar o conteúdo desta página