Pular para o conteúdo
home » Críticas » Crítica: Um Pesadelo Americano | Excelente roteiro mostra como somos facilmente manipulados pela mídia

Crítica: Um Pesadelo Americano | Excelente roteiro mostra como somos facilmente manipulados pela mídia

Pense que você é um policial e, num determinado momento, fica diante de uma narrativa como esta: Um casal teria sido atacado dentro da própria casa. Essa pessoa os amarrou e os drogou. Ela foi sequestrada e ele não. O namorado denuncia o caso para a polícia após algumas horas e fala sobre um pedido de resgate feito por email. Ela reaparece, do nada e, no mesmo dia, o porta-voz da polícia, afirma que esses detalhes foram inventado por eles. Este é o início de Um Pesadelo Americano.

Responsáveis pela direção, Bernadette Higgins e Felicity Morris brincam com o espectador. Ao mesmo tempo, você fica acreditando e desacreditando das coisas a cada meio minuto. ‘Aponta-se o dedo’ para um, em seguida, há uma desconfiança do outro e, por isso, num certo instante, me peguei perdido, sem saber em quem confiar.

Portanto, nessas pouco menos de três horas de duração, somos convidados a nos despirmos de nossos julgamentos de ‘primeiras impressões’… o que não é nada simples. Além disso, mesmo sendo autoridades, nem sempre esses órgãos estão certos e, muito menos a mídia, que tem a mania de vislumbrar a audiência, os views e as curtidas, em detrimento da ética profissional. Até porque, se pensassem nisso, não teriam escrito matérias com títulos como: “Suposto sequestro de Denise Huskins: o que sabemos sobre o caso Garota Exemplar na Califórnia” ou “A Garota Exemplar da vida real ‘encenou seu próprio sequestro’, segundo a polícia“.

Um Pesadelo Americano: quando a bola de neve é grande demais

E se eles não fossem um casal de classe média? E se eles fossem negros? Teríamos o mesmo desfecho e a mesma conduta? Quando a ‘bola de neve’ formada já é grande demais, nenhuma nota de rodapé com pedido de desculpas é suficiente para abafar o estrago que já foi feito. Mas foram fortes e, apesar da descrição pesada de Denise Huskins sobre os acontecimentos enquanto estava sequestrada, houve um desfecho minimamente digno – coisa que acontece com a minoria.

Ao fim de Um Pesadelo Americano, me peguei refletindo sobre meu papel de jornalista. Pensei no caso brasileiro da Escola Base – pela forma com que as vidas foram arruinadas e imaginei como seria bom ver os programas sensacionalistas de fim de tarde com mais seriedade e menos espetacularização. Enfim, a história do casal Denise Huskins e Aaron Quinn merece ser assistida por todos, para que não se repita.

Um Pesadelo Americano
Um Pesadelo Americano

Onde assistir Um Pesadelo Americano?

A série está na Netflix.

Sinopse de Um Pesadelo Americano

Nesta série baseado em fatos reais, um casal recebeu acusações de forjar uma invasão à própria residência e um sequestro após o reaparecimento da vítima. Em seguida, precisaram lutar contra tudo e todos para se mostrarem inocentes.

Nota Cinema e Séries: ★★★★★

Título Original: American Nightmare
Ano Lançamento: 2024 (Estados Unidos)
Dir: Bernadette Higgins e Felicity Morris

Confira mais notícias clicando AQUI.

Você não pode copiar o conteúdo desta página