Pular para o conteúdo
home » Críticas » Crítica: O Menino e a Garça | Estúdios Ghibli acertando em cheio, mais uma vez

Crítica: O Menino e a Garça | Estúdios Ghibli acertando em cheio, mais uma vez

O Menino e a Garça

O Menino e a Garça pode ter sido o último trabalho de Hayao Miyazaki, diretor que já está na casa dos 80 anos e que nos presenteou, também, com A Viagem de Chihiro, Meu Vizinho Totoro, Princesa Mononoke, entre outros. Em uma rápida pesquisa, descobri que o artista demorou cerca de 7 anos para finalizar esse longa que está em cartaz nos cinemas nacionais e, como é de costume, tudo foi feito à mão – isso enche os olhos dos espectadores mais atentos.

Além dos personagens cativantes, temos uma representação da dor da perda e da inutilidade da guerra para todos, desde crianças até adultos. Há muito do próprio passado do diretor aqui (a paixão por voar, questões que ele e sua família tiveram durante a 2ª Guerra Mundial e etc.), mas também tenta traduzir diversos sentimentos em passagens abstratas – o terceiro ato, nas explicações do Tio-Avô, têm esse contexto.

Na sessão onde estava haviam diversas crianças. Contudo, não creio que seja um projeto para esse público, mas sim para adultos que já estejam acostumados com essa narrativa cuidadosa e cheia de nuances sentimentais. Pois, mesmo em seus melhores momentos, a Pixar, por exemplo, traça caminhos pelos quais nós, ocidentais, já estamos familiarizados – sendo de fácil compreensão e deixando tudo muito bem ‘mastigado’.

O Menino e a Garça no Oscar… há alguma chance?

Em todos os takes onde não fiquei deslumbrado pelo minimalismo inserido por Miyazaki. Enquanto há uma história belíssima acontecendo, é possível mudar o foco, olhar para os planos de fundo e se deleitar com a imensidão das florestas ou da organização dos prédios.

E se Mahito, assim como Chihiro descobrem tudo junto aos espectadores, os coadjuvantes farão com que você saia do terreno comum e compreenda que todos somos diferentes, mas buscamos o mesmo propósito, ou seja, sermos aceitos e permanecermos ao lado daqueles que amamos – por mais complexo que isso possa parecer.

Se o Oscar irá para o Japão novamente, não sei, até porque temos Homem Aranha – Através do Aranhaverso e Elementos como outros indicados. Mas o fato é que a animação japonesa, vencendo ou perdendo, já não precisa provar mais nada a ninguém… muito menos aos votantes da Academia.

O Menino e a Garça
O Menino e a Garça

Onde assistir O Menino e a Garça?

O filme está em cartaz nos cinemas de todo Brasil

Sinopse de O Menino e a Garça

Depois de perder a mãe durante a guerra, Mahito muda-se para o campo. Lá, uma série de eventos misteriosos o levam ao lar de uma garça cinzenta, uma torre antiga, onde ele entra em um mundo fantástico partilhado pelos vivos e pelos mortos.

Nota Cinema e Séries: ★★★★

Título Original: Kimitachi wa dô ikiru ka
Ano Lançamento: 2023 (Japão)
Dir: Hayao Miyazaki

Vozes: Soma Santoki, Masaki Suda, Kô Shibasaki, Aimyon, Yoshino Kimura, Takuya Kimura, Keiko Takeshita

Confira mais notícias AQUI!

Você não pode copiar o conteúdo desta página