Crítica: Minha Irmã e Eu | Filme se escora nos mais variados clichês da TV para agradar o público

0
Minha Irmã e Eu no cinema de Hortolândia

Minha Irmã e Eu é o novo projeto de Ingrid Guimarães e Tatá Werneck. A primeira tem uma extensa carreira nas telonas, com projetos como De Pernas pro Ar e Fala Sério, Mãe!, só para citar alguns, já a segunda, é excelente apresentadora, mas apareceu em Uma Quase Dupla e outros filmes por aí.

Desta forma, não só elas, mas a diretora Susana Garcia, de Minha Vida em Marte, têm a fórmula do sucesso para agradar em cheio aqueles espectadores ocasionais, acostumados com os diversos cacoetes televisivos. Ao longo de quase duas horas – o tempo é excessivo e o corte final poderia ser reduzido em, pelo menos, 20 minutos – vemos diversas sketches e um fio narrativo para levar as personagens do ‘ponto A para o ponto B’.

E não dá para dizer que os momentos engraçados inexistem. Eu mesmo me peguei rindo em diversas situações! Contudo, o drama chega sem avisar, assim como debates sociais e contemporâneos, como da mulher que é ‘invisível’ no trabalho e dentro da própria casa. Você poderá dizer que este não era o intuito, mas narrativamente, é essencial termos um escopo para alicerçar tudo que está ao redor.

Minha Irmã e Eu, um road movie com algumas homenagens

Minha Irmã e Eu aproveita para homenagear Paulo Gustavo e dar espaço para a talentosa Arlete Salles brilhar – ah… e deixar de cantar a música ‘Evidências’, sempre que ela aparece, é impossível.

Mas o sotaque goiano (que se mostra carregadíssimo no primeiro ato) é esquecido por todos conforme os minutos vão passando e muitos dos coadjuvantes deixam a desejar em suas atuações. A diretora ainda utiliza transições temporais para mostrar a amizade das irmãs e joga um terceiro ato onde o drama impera – Tatá Werneck atua com o freio de mão puxadíssimo nessas horas.

Com mais de um milhão de espectadores, Minha Irmã e Eu é o primeiro grande sucesso nacional de 2024. Sendo assim, vá sem medo se quer algo descompromissado ou passe longe se é avesso aos clichês do gênero.

Minha Irmã e Eu
Minha Irmã e Eu

Onde assistir Minha Irmã e Eu?

O filme está nos cinemas.

Sinopse de Minha Irmã e Eu

As irmãs Mirian e Mirelly nasceram em Rio Verde, no interior de Goiás. Elas não realizaram o sonho da mãe, Dona Márcia, de se tornarem uma dupla sertaneja. Além das irmãs terem seguido caminhos opostos, elas vivem às turras. Quando a mãe delas desaparece, as duas deixam de lado as diferenças e se unem para procurá-la em uma viagem que pode mudar suas vidas.

Nota Cinema e Séries: ★★½

Título Original: Minha Irmã e Eu
Ano Lançamento: 2023 (Brasil)
Dir: Susana Garcia

Elenco: Ingrid Guimarães, Tatá Werneck, Arlete Salles, Taís Araújo, Lázaro Ramos, Iza

Contato: [email protected]
Cinema e Séries
Facebook: facebook.com/sitecinemaeseries
Instagram: @sitecinemaeseries